Vinhos do Líbano, Comida árabe e o pinotage da África do Sul

“A melhor maneira de introduzir amigos ao mundo do vinho é abrir garrafas melhores do que eles estão acostumados, mas só falar de suas virtudes caso lhe seja perguntado.” (Jancis Robinson)

IMG_20170408_133554954_HDR.jpg

Introdução

Olá amigos, hoje o nosso post nos remeterá ao início da cultura vinícola do mundo: o Líbano. Teremos alguns vinhos de diferentes regiões do mundo também como a África do Sul, a Itália, a Argentina, etc. Este é o terceiro encontro da Confraria Távola Di Amici (amigos e familiares), caso alguém queira conferir o segundo encontro, basta clicar aqui.

Cervejas

Como é de costume no nosso blog, antes de falarmos sobre o evento e os vinhos do post, faremos um breve review de algumas excelentes cervejas. A primeira delas é uma excelente cerveja de trigo russa: a Baltika número 8. Ela é produzida na cidade histórica de São Petersburgo.

IMG_20170401_213801126.jpg

IMG_20170401_213814508.jpg

IMG_20170401_213918244.jpg

IMG_20170401_214259107.jpg

Apresenta espuma densa e generosa, suave aroma frutado com toques picantes e suave adocicado.

IMG_20170407_214457972.jpg

IMG_20170407_214520543.jpg

IMG_20170407_214925676.jpg

Essa segunda eu me arrisco a dizer que é a cerveja mais icônica do mundo, pois foi a receita que originou todas as outras cervejas do tipo Pilsen do mundo. Para quem gosta de cerveja, o conhecimento desta é obrigatório. Possui um amargor bem característico e lembra de longe a cerveja Heineken.

IMG_20170407_223000565

IMG_20170407_223013777

IMG_20170407_223633274

Embora já tenha comentado sobre a weihenstephaner num post anterior e sobre a sua importância por ser a cervejaria mais antiga do mundo ainda em atividade, hoje eu trago a cerveja que recebe mais títulos no mundo como a melhor em seu estilo weizenbock: a Vitus. Vale a pena conferir.

Início do evento

Amigos, hoje estamos na casa do Daniel e da Cláudia, a qual, por ser descendente de Libaneses fez um banquete árabe maravilhoso:

IMG_20170408_133544780_HDR

Kibe com coalhada, homus, etc.

IMG_20170408_133554954_HDR

IMG_20170408_133615289

IMG_20170408_140838333_HDR

IMG-20170408-WA0003.jpg

A Cláudia também possui um blog muito legal chamado moda no trabalho. Vou deixar o link para ele aqui:

http://modanotrabalho.com.br/

Para acompanhar essas delícias temos uma seleção de peso de vinhos:

IMG-20170408-WA0002

IMG_20170408_132949714

Como o evento é temático, trouxemos alguns vinhos do Líbano. Apesar de serem pouco conhecidos mundialmente, eles possuem grande qualidade e seguem a linha francesa desde que algumas das vinícolas famosas foram plantadas por monges franceses. O Líbano possui três grandes casas produtoras de vinho: o Chateau Musar, o Chateau Ksara e o Chateau Kefraya.

IMG_20170408_120132630

IMG_20170408_120150088

IMG_20170408_133046796

IMG_20170408_133056655

IMG_20170408_133010402_HDR

IMG_20170408_133015636

IMG_20170408_160240557

Além dos vinhos do Líbano temos alguns bons exemplos como um bom Pinotage da África do Sul. Quem nunca tomou um vinho dessa uva com certeza vai perceber a diferença deles para os outros na primeira degustação. A variedade Pinotage foi criada em 1925, por Abraham Izak Perold (1880 – 1941), sul-africano descente de franceses, PhD em química, e fluente em 8 idiomas. O nome deriva da uva Pinot Noir mais a uva Cinsault (que quando chegou a África do Sul recebeu o nome de Hermitage). É uma uva singular porque combina com quase tudo, vale a pena experimentar.

pinotage
https://capreo.com
aromas-in-pinotage.jpg
https://winefolly.com

IMG_20170408_120215985_HDR.jpg

IMG_20170408_120220314.jpg

IMG_20170408_120233541.jpg

Um dos amigos escolheu um vinho rosé francês do mediterrâneo 100% grenache:

IMG_20170408_134619691.jpg

IMG_20170408_134628491.jpg

E um Rosé Italiano do tipo Pinot Grigio:

IMG_20170408_134703559.jpg

IMG_20170408_134720304.jpg

E finalmente tivemos também um dos Malbec mais conhecidos no mundo: o Norton.

IMG_20170408_140539896_HDR.jpg

IMG_20170408_140543956.jpg

IMG_20170408_140552403.jpg

Para começar nossa degustação iniciaremos com um grande clássico do mundo dos vinhos como já falei anteriormente que essa é minha uva branca favorita: Pinot Grigio.

IMG_20170408_132934898_HDR.jpg

Um detalhe para a toalha da mesa que também possui origem libanesa:

IMG_20170408_133233261.jpg

IMG_20170408_133902253.jpg

IMG_20170408_141142686.jpg

Comecemos então com esse Francês bem fresco e levemente adocicado.

IMG_20170408_141436863.jpg

Mas nem se comparou com esse tinto do Líbano: um espetáculo de vinho. A sensação que eu tive era que eu estava tomando um Grand Vin de Bordeaux. Se me colocassem uma venda nos olhos com certeza diria que era um legítimo Bordeaux. Nota 10.

IMG_20170408_141445021.jpg

Depois seguimos também com o outro tinto do Líbano. Também é um grande vinho porém com uma qualidade um pouco menor do que o anterior!

IMG_20170408_142953980.jpg

Provamos o Norton também:

IMG_20170408_150628443.jpg

Já o Pinotage também ganhou posição de destaque nessa festa, um grande vinho!!!

IMG_20170408_151449243.jpg

Mais uma vez o Líbano ganhou meu respeito como produtor de vinhos. Tomar vinhos de lá é como tomar vinhos franceses!!

IMG_20170408_160506859.jpg

E por último temos o italiano rosé muito suave e agradável:

IMG_20170408_172027628.jpg

IMG_20170408_165646658.jpg

Provamos também uma vodca polonesa maravilhosa que o Daniel trouxe da sua última viagem à Polônia:

IMG_20170408_160057279.jpg

IMG_20170408_161529329.jpg

IMG-20170408-WA0013.jpg

IMG-20170422-WA0010

Dessert

Após os pratos maravilhosos temos ainda doces genuinamente árabes:

IMG_20170408_145611527.jpg

Conclusão

Daniel, Cláudia, familiares e amigos da Confraria, foi um prazer muito grande esses momentos com vocês! E para nossos queridos leitores recomendo com empenho os vinhos do Líbano e o Pinotage da África do Sul, sem esquecer dos outros vinhos mostrados no post. Grande abraço a todos e fiquem com Deus.

Conheça todos os posts do blog através desse link

Vale do São Francisco, Bulgária, Alentejo e o Melhor Uísque do Mundo

“O vinho tem o poder de encher a alma de toda a verdade, de todo o saber e filosofia.” Bossuet

IMG_20170121_200412462.jpg

Introdução

Olá amigos, acho que a coisa que mais gosto do nosso blog é o fato de não haver preferências ou qualquer tipo de preconceito quanto à origem dos vinhos mostrados aqui no Blog. Falamos desde os vinhos Brasileiros passando pelos americanos e também dos Neozelandeses. Hoje o nosso post será um mix de dois encontros maravilhosos que participei: uma visita que fiz ao meu tio Rômulo em Recife e uma segunda visita a familiares em São Paulo. Na primeira visita tive a oportunidade de degustar esse que é o melhor uísque do mundo: o Macallan junto com um maravilhoso vinho Pernambucano da vinícola Rio Sol. Na segunda visita tivemos queijos e churrasco com vinhos Búlgaros e um Português da região do Alentejo.

Recife

Antes de ir à casa do meu tio, resolvi escolher um vinho de uma vinícola o qual há muito desejava apreciá-la: Rio-Sol. Os vinhos dessa vinícola já se encontram disponíveis em cartas de bons restaurantes como, por exemplo, o La Casserole do post anterior. Como primeira degustação, escolheremos um bom exemplar: Rio Sol Reserva 2014. E muito em breve teremos no nosso blog um post específico sobre o vinho top de linha da Rio Sol: Paralelo 8. Eleito um dos 3 melhores vinhos tintos do Brasil.

IMG_20161223_194103063.jpg

Para mim sempre foi uma incógnita sobre como é possível se produzir bons vinhos num lugar tão quente quanto o sertão Pernambucano. A resposta para essa incógnita está no uso de tecnologia israelense. Através de técnicas de irrigação consegue-se simular um ambiente e temperaturas propícios para o bom desenvolvimento das cepas. A vinícola Rio Sol está localizada no Vale do São Francisco, na cidade de Lagoa Grande, em Pernambuco. Ela produz vinhos e espumantes, cujos rótulos vêm, cada vez mais, conquistando prêmios nacionais e internacionais.

A empresa pertence a Global Wines, com sede na região do Dão, em Portugal, produtora de vinhos reconhecida no mercado mundial pelo dinamismo e inovação, com grande diversidade de rótulos premiados entre os melhores da Europa. O enólogo português João Antônio Santos é um homem muito visionário que, em menos de 10 anos, conseguiu produzir no semi-árido nordestino um vinho de excelente qualidade. Abaixo eu quero deixar um link para um vídeo de uma entrevista com ele. No youtube também é possível encontrar várias delas.

degustação-1-Cópia.jpg

Link para a entrevista:

https://www.youtube.com/watch?v=_V_gIa9vOic&t=712s

IMG_20161223_210728339.jpg

Esse é um vinho muito bom produzido com o corte de várias uvas: 40% Cabernet Sauvignon / 30% Syrah / 30% Alicante Bouschet. Também muito frutado e aromático. Vale a pena conferir. Como segunda degustação da noite temos um vinho francês Sainte Eugenie (Récolte La Réserva 2015).

IMG_20161223_203040445.jpg

IMG_20161223_204118855.jpg

Vinho muito frutado, floral e aromático com presença forte de framboesas.

IMG_20161223_203517031.jpg

Estes vinhos acompanharam muito bem queijos e petiscos como amendoim, azeitona, etc.

IMG_20161223_204035002.jpg

IMG_20161223_205653072.jpg

O melhor uísque do mundo

Já tivemos a oportunidade aqui no blog de degustarmos a melhor cachaça do mundo e agora teremos a oportunidade de conhecermos este que é o melhor uísque do mundo: O Macallan. Entendo perfeitamente que esses títulos de melhor do mundo não são unânimes e depende também do gosto individual de cada um, mas no caso da cachaça Anísio Santiago e do Scotch Macallan, a quantidade de autoridades no assunto dando a eles essa devida alcunha é muito grande. A revista Forbes é uma delas que o declarou como tal. Ele recebe o epíteto de o “Rolls-Royce” do Whiskey.

IMG_20161223_201611456.jpg

Para degustarmos essa obra de arte não podemos utilizar qualquer tipo de copo. Ele pede um exclusivo:

macallan 7.jpg

IMG_20161223_223244219.jpg

Participou também desse momento singular nosso amigo das crônicas saxônicas de Bernard Cornwell Uhtred Ragnarson:

IMG_20161223_230013971.jpg

IMG_20161223_232139890.jpg

Meus sinceros agradecimentos ao meu tio Rômulo por ter me proporcionado uma noite tão agradável não apenas com boas bebidas, mas também com uma excelente conversa!

15541576_1317220604990573_1989562711948022198_n

São Paulo

Antes da visita aos meus amigos Jéssika e Lucas, gostaria de mostrar uma cerveja fantástica japonesa: a Sapporo. Pra quem é fã de um estilo pilsen com lúpulos suaves, recomendo essa cerveja fortemente. É encorpada e ao mesmo tempo suave de beber! Possui também a lata mais bonita que eu já vi numa cerveja.

IMG_20170124_200104285.jpg

IMG_20170124_200806323.jpg

Antes de começar o churrasco, nada como uma boa cerveja pilsen puro malte:

IMG_20170121_192010134.jpg

Assim como o caso da região do Vale do São Francisco, teremos hoje também 2 vinhos búlgaros: Pinot Noir e um corte da bodega Soli. Sei que, quando pensamos em vinho, nunca vem ao pensamento a Bulgária, mas é de se espantar a boa qualidade da bodega.E, assim como o caso da Rio Sol que possui origem portuguesa, a Soli também possui origem européia (italiana). O seu proprietário Edoardo Miroglio viu na região do Vale dos Thraces na Bulgária uma região em potencial e fundou sua vinícola, de 200 hectares, em Elenovo em 2000.

a6988835324d6263d4c9a4f8f9eda2ba_XL.jpg

São vinhos de excelente custo-benefício. Muito frutados e florais.

IMG_20170121_192921923.jpg

O pinot noir combinou muito bem com os queijos Gouda, Emmental e Gorgonzola:

IMG_20170121_200102236.jpg

img_20170121_200412462

O estilo Bordeaux (Cabernet-Sauvignon com Cabernet-Franc) combinou muito bem com o churrasco de Picanha, Linguiça toscana e Costela:

IMG_20170121_211804993.jpg

IMG_20170121_212452265.jpg

E por fim, temos um português muito saboroso: Farizoa. Esse é um dos exemplos de que, se alguém quiser conhecer um vinho característico da região do Alentejo em Portugal, pode arriscar com esse exemplar sem medo de errar.

IMG_20170121_203309128.jpg

IMG_20170121_203547449.jpg

IMG_20170121_203633234.jpg

Conclusão

Meus sinceros agradecimentos a todos os meus amigos e familiares que me proporcionaram momentos tão aprazíveis como esse. Cada uma das bebidas e comidas citadas nesse post são altamente recomendáveis.

Conheça todos os posts do blog através desse link